domingo, 19 de fevereiro de 2017

Globe-Trotter e Catálogo de 2014 de Claudius S.P. Ceccon



Eu desconhecia qualquer livro de Claudius Ceccon reunindo seu trabalho maduro, a não ser os volumes de antologia do Pasquim. Reuniões de sua autoria exclusiva, nenhuma. Há bastante tempo esse arquiteto, desenhista e humorista co-fundador do Pasquim dedica-se mais a conteúdo voltado para crianças. Um dia, o Felipe Miranda - que às vezes comenta algo aqui no blog - indicou link com um "mini livro" chamado Globe-Trotter à venda, no Mercado Livre, por R$ 56,00 (além do frete de R$ 6,00). Fora de minha realidade pagar tão caro por um livreto, acabamento canoa de somente 60 páginas (aprox.). Até que, recentemente, por acaso, vi a mesma edição à venda num sebo por R$ 8,00 (oito reais). Comprei na hora. Trata-se de um livreto oferecido como brinde pela farmacêutica Pravaz Recordati Laboratórios S/A. Entre os cartuns em P&B e coloridos, encontramos cinco ilustrações publicitárias do artista para o produto Dinistenile B¹². 

Fiquei satisfeito com a aquisição, considerando o excelente estado para uma publicação de 1969. O único risco é a assinatura do antigo proprietário: um tal de Eduardo, residente em Poços de Caldas, que adquiriu o volume no ano de seu lançamento. Possivelmente, este livrinho era de sua coleção e, após seu falecimento, a família o vendeu a algum livreiro (suponho, apenas). É que, dificilmente, o verdadeiro proprietário de desfaria de algo assim por ninharia.

O título Globe-trotter remete ao típico viajante sem destino. Aquele mochileiro que, dado o primeiro passo, não sabe quanto tempo ficará em um determinado local e muito menos qual lhe será o próximo destino. E sua escolha não foi à toa. Os cartuns e quadrinhos curtos foram agrupados em seções de acordo com os locais que retratam: Rio de Janeiro, Bahia, Amazona, Paris, Londres e México. É o caderno de um viajante, suas anotações. A escolha da ilustração para a capa não deixa de ser emblemática, conquanto não reflita bem o espírito despojado de um verdadeiro "trotador global".

Mais recentemente (julho de 2014), a SESI-SP editora reuniu diversos trabalhados de Claudius com base em uma exposição retrospectiva do autor. O livro, basicamente, é o catálogo da exposição. Volume caprichado, em grande formato e com papel misto de excelente qualidade. Bom bom esquerda caviar que é o autor, a maioria dos trabalhos representa sua defesa ideológica - basicamente, pauta esquerdista - enquanto todos sabemos a lauta vida desfrutada pelo artista.

Página de Globe-Trotter com propaganda encartada.

Página do catálogo SESI-SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O comentário aqui é anônimo e não moderado. Contudo, pense bem se vale a pena perder seu tempo postando alguma ofensa gratuita.