sábado, 25 de fevereiro de 2017

Angeli 24 Horas [ Curta ]


Desconhecia a existência do curta Angeli 24 Horas (2010), da cineasta (diretora e roteirista) Beth Formaggini - uma das subscritoras do Manifesto de artistas e intelectuais Pró-Dilma. Vi esta semana, por acaso, na Tv Brasil, e adorei. No mini documentário, o gênio dos cartuns e das tirinhas nos fala um pouco acerca de seu trabalho, de sua rotina. Narra-nos até mesmo um pouco dos desafios físicos que enfrenta para manter a produção regular, como dores nas costas, por exemplo.

O que mais me chamou atenção foram suas revelações sobre as mudanças de paradigma ocorridas em sua obra. Isso já notamos: com o tempo, ele deixou o humor fácil e vendável de lado e ingressou por outros caminhos, menos comerciais e mais sujeitos à participação do leitor na interpretação. Logo, passou a receber mais críticas por isso. O artista fala de suas razões para abandonar definitivamente seus personagens mais icônicos (Rê Bordosa, Bob Cuspe e Skrotinhos), bem como a influência de Laerte nesta resolução. Para quem gosta do trabalho de Angeli (tenho alguns livros seus na estante e, aqui, já mostrei um pouco de O Lixo da História), vale a pena assistir.

O filme teve apoio do "Bolsa-Artista" sob responsabilidade do Governo Federal e seu poderoso Ministério da Cultura, que, no final das contas, decide quem será agraciado com recursos da Lei nº 8.313/1991; esta poderosa norma que decide, por exemplo, se Chico Buarque dará - ou não - apoio a uma determinada legenda política. Mesmo assim, fico feliz que exista essa possibilidade de recursos coaptados pela lei; pois, às vezes, somos agraciados com projetos bacanas como esse trabalho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O comentário aqui é anônimo e não moderado. Contudo, pense bem se vale a pena perder seu tempo postando alguma ofensa gratuita.