sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

A misteriosa chama da Rainha Loana [ romance de Umberto Eco para fãs de quadrinhos ]


Imagem de meu exemplar.

"E o senhor, como se chama?"
"Espere, está na ponta da língua".

É assim que se inicia esta obra peculiar de Umberto Eco. Peculiar porque se trata de seu único romance ilustrado. A obra narra a busca de Yambo - erudito bem de vida que sobrevive negociando livros raros em Milão - por sua memória afetiva, após sair de coma decorrente de tratamento de uma doença grave. Como parte da recuperação, ele retorna à zona rural do Piemonte, onde cresceu junto ao avô - falecido colecionador de tudo quanto é tranqueira, desde embalagens de cigarros e pôsteres de espetáculos, até gibis Disney e de heróis a livros raríssimo. Durante essa aventura íntima de Yambo, passeamos pelo mundo dos quadrinhos que existia na vida de uma criança italiana durante o fascismo da Segunda Grande Guerra.

Eu já havia recomendado este romance de Umberto Eco, mas não postei, na ocasião, fotos dessa brochura, com suas 458 páginas e ótima impressão da Record. O papel não poderia ser melhor para leitura, sem reflexo e com durabilidade: pólen bold. Eliana Aguiar foi responsável pela tradução. Tenho o exemplar há mais de uma década e é uma daquelas edições que penso em reler.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

O comentário aqui é anônimo e não moderado. Contudo, pense bem se vale a pena perder seu tempo postando alguma ofensa gratuita.